segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Sendo assim...

"Não sou boa com números. Com frases-feitas. E com morais de história. Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvável. Almejo o quase impossível. Meu coração é livre, mesmo amando tanto. Tenho um ritmo que me complica. Uma vontade que não passa. Uma palavra que nunca dorme. Quer um bom desafio? Experimente gostar de mim. Não sou fácil. Não coleciono inimigos. Quase nunca estou pra ninguém. Mudo de humor conforme a lua. Me irrito fácil. Me desinteresso à toa. Tenho o desassossego dentro da bolsa. E um par de asas que nunca deixo. Às vezes, quando é tarde da noite, eu viajo. E - sem saber - busco respostas que não encontro aqui. Ontem, eu perdi um sonho. E acordei chorando, logo eu que adoro sorrir... Mas não tem nada, não. Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera. E chega mais perto de ser quem - na verdade - a gente é. "
(Fernanda Mello)


Abraços

Rosangela Lessa.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Eu sou assim.

Eu sou criança. E vou crescer assim. Gosto de abraçar apertado, sentir alegria inteira, inventar mundos, inventar amores. Acho graça onde não há sentido. Acho lindo o que não é. O simples me faz rir, o complicado me aborrece. O mundo pra mim é grande, não entendo como moro em um planeta que gira sem parar, nem como funciona o fax. Verdade seja dita: entender, eu entendo. Mas não faz diferença, o mundo continua rodando, existe a tal gravidade, papéis entram e saem de máquinas, existem coisas que não precisam ser explicadas. (Pelo menos para mim).

O que importa é o que faz os meus olhos brilharem, o coração bater forte, o sorriso saltar da cara. Eu acho que as pessoas são sempre grandes e às vezes pequenas, igual brinquedo Playmobil. Enxergo o mundo sempre lindo e às vezes cinza, mas para isso existem o lápis-de-cor e o amor que a gente aprendeu em casa desde cedo. Lembra?
Tenho um coração maior do que eu, nunca sei minha altura, tenho o tamanho de um sonho. E o sonho escreve a minha vida que às vezes eu risco, rabisco, embolo e jogo debaixo da cama (pra descansar a alma e dormir sossegada).

Coragem eu tenho um monte. Mas medo eu tenho poucos. Tenho medo de filme de terror, tenho medo das pessoas, tenho medo de mim. Minha bagunça mora aqui dentro, pensamentos entram e saem, nunca sei aonde fui parar. Mas uma coisa eu digo: eu não páro. Perco o rumo, ralo o joelho, bato de frente com a cara na porta: sei aonde quero chegar, mesmo sem saber como. E vou. Sempre me pergunto quanto falta, se está perto, com que letra começa, se vai ter fim, se vai dar certo. Sempre pergunto se você está feliz, se eu estou linda, se eu vou ganhar estrelinha, se eu posso levar pra casa, se eu posso te levar pra mim, se o café ficou forte demais. Eu sou assim. Nada de meias-palavras. Já mudei, já aprendi, já fiquei de castigo, já levei ocorrência, já preguei chiclete debaixo da carteira da sala de aula, mas palavra é igual oração: tem que ser inteira senão perde a força.

Sou menina levada, princesa de rua, sou criança crescida com contas para pagar. E mesmo pequena, não deixo de crescer. Trabalho igual gente grande, fico séria, traço metas. Mas quando chega a hora do recreio, aí vou eu... Beijo escondido, faço bico, faço manha, tomo sorvete no pote, choro quando dói, choro quando não dói. E eu amo. Amo igual criança. Amo com os olhos vidrados, amo com todas as letras. A-M-O. Amo e invento. Sem restrições. Sem medo. Sem frases cortadas. Sem censura. Sem pudor. Quer me entender? Não precisa. Quer me amar? Me dê um chocolate, um bilhete, um brinde que você ganhou e não gostou, uma mentira bonita pra me fazer sonhar. Não importa. Criança não liga pra preço, não liga pra laço de fita e cartão de relevo. Criança gosta de beijo, abraço e surpresa!
(Fernanda Mello)

Tem gente que escreve o que estamos sentindo, pensando, vivendo, amando.
Adoro quando leio que não sou a única a ser e ter um embaralhado de emoções pulsando dentro de mim.
Erro , acerto , mas vou vivendo com o que a vida me apresenta a todos os instantes.
Mergulho fundo em tudo que acredito e amo de transbordar pelos poros , lágrimas e sorrisos.
Também sou gente, de corpo , alma e coração.
Amém!


Abraços

Rosangela Lessa


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Eis-me.

"[...]Precário, provisório,perecível,falível,transitório,transitivo,efêmero,fugaz e passageiro,impuro,imperfeito,impermanente,incerto,incompleto,inconstante,instável,variável,defectivo. não feito, não perfeito, não completo: não satisfeito nunca, não contente; não acabado, não definitivo; eis aqui um vivo, eis-me aqui.(Lenine)

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Amizade.

Para que serve um amigo?

Para rachar a gasolina, emprestar a prancha, recomendar um disco, dar carona pra festa, passar cola, caminhar no shopping, segurar a barra. Todas as alternativas estão corretas, porém isso não basta para guardar um amigo do lado esquerdo do peito.
Milan Kundera, escritor tcheco, escreveu em seu último livro, "A Identidade", que a amizade é indispensável para o bom funcionamento da memória e para a integridade do próprio eu. Chama os amigos de testemunhas do passado e diz que eles são nosso espelho, que através deles podemos nos olhar. Vai além: diz que toda amizade é uma aliança contra a adversidade, aliança sem a qual o ser humano ficaria desarmado contra seus inimigos.
Verdade verdadeira. Amigos recentes custam a perceber essa aliança, não valorizam ainda o que está sendo contruído. São amizades não testadas pelo tempo, não se sabe se enfrentarão com solidez as tempestades ou se serão varridos numa chuva de verão. Veremos.
Um amigo não racha apenas a gasolina: racha lembranças, crises de choro, experiências. Racha a culpa, racha segredos.
Um amigo não empresta apenas a prancha. Empresta o verbo, empresta o ombro, empresta o tempo, empresta o calor e a jaqueta.
Um amigo não recomenda apenas um disco. Recomenda cautela, recomenda um emprego, recomenda um país.
Um amigo não dá carona apenas pra festa. Te leva pro mundo dele, e topa conhecer o teu.
Um amigo não passa apenas cola. Passa contigo um aperto, passa junto o reveillon.
Um amigo não caminha apenas no shopping. Anda em silêncio na dor, entra contigo em campo, sai do fracasso ao teu lado.
Um amigo não segura a barra, apenas. Segura a mão, a ausência, segura uma confissão, segura o tranco, o palavrão, segura o elevador.
Duas dúzias de amigos assim ninguém tem. Se tiver um, amém.

(Martha Medeiros)
Crônica Entre amigos.


Um beijo e meu muito obrigada a quem faz a diferença em minha vida.

Feliz dia do Amigo!!!


sábado, 11 de julho de 2015

Despertar

"A vida ensina, pelo amor ou pela dor.
Segue teu caminho hoje, fiel aos teus valores e não te justifiques para ninguém.
As almas afins se sentem, as outras nunca entenderão..."
(Carolina Salcides)

Na minha vida tenho tido momentos muito felizes, outros mais ou menos e outros que ficaram no passado( esses são os piores).
Hoje o que mais quero é continuar vivendo nessa paz e sendo amada e amando quem me faz bem.
Acredito que isso seja reflexo do que quero atrair , pois nós só convivemos com aquilo que nossa alma deseja, e o que mais tenho desejado é não conviver com pessoas que despertam o pior de mim.
Sim, parece ser meio forte o que disse, mas na realidade as pessoas que fazem parte de nossa vida são as que ou despertam o melhor ou o pior de nós mesmas.
Não que nossa existência seja totalmente guiada pelas ações do outro.
Mas se prestarmos atenção veremos que vivenciarmos a presença de algumas pessoas em especial nos tornam mais amáveis, mais amorosas e mais felizes.
Talvez porque quando nos sentimos bem com alguém a vontade de mostrarmos o melhor de nós cresce. Enquanto na presença de outros , mesmo que tenhamos uma alma boa e gentil, essas tais pessoas nos afloram o que temos de mais mesquinho e ruim.
Por isso quando sentires que alguém lhe faça agir assim, o melhor é pedir a Deus que afaste essas pessoas de sua vida.
Pode parecer até ruim no começo, pois todos vivemos em busca de carinho, atenção, respeito e lealdade (o que não será jamais o que pessoas assim nos oferecerão), mas no final confie no que digo, pois será a melhor coisa que aconteceu em sua vida.
Pois a vida pede leveza, harmonia, calor humano, respeito, solidariedade, muito amor e amizades sinceras.
E isso que desejo a todos, sempre o melhor para vocês e de vocês para o mundo.


Abraços

Rosangela Lessa

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Eu não guardo mágoa.Sei lá, tanta coisa para guardar que eu simplesmente não consigo. Você tentará me lembrar daquele dia em que o primo do vizinho, que tinha um cachorro e um papagaio pisou no meu pé e eu só vou conseguir lembrar que ele contou uma piada hilária. É mais forte que eu.
Talvez você pense que isso é coisa de gente boba, de quem não sabe diferenciar as relações e eu vou dizer que, talvez, sim. Mas é também coisa de gente que não tempo a perder, só lembranças a ganhar.

O pisão no pé pode ter doído, mas a piada foi tão boa que eu conto ela até hoje quando estou em uma roda de amigos. É simples assim: o momento de alegria sai pisando em todos que me fizeram tristes e chega primeiro na lista de prioridades da minha memória.

Às vezes, isso leva tempo para acontecer. Em outras, é instantâneo. Coloco cada pensamento no seu devido lugar e vou criando um espaço bem aconchegante para tudo que valeu a pena. É lá que eu me encontro.

É claro que quando eu puxo a gaveta das recordações vêm coisas que eu preferia não ter passado, mas é impressionante também a quantidade delas que viveria tudo de novo. Deve ser porque eu entendi que as coisas podem até me atingir, mas só eu tenho o poder de escolher o que levo comigo.
(Fernanda Gaona)

Abraços,

Rosangela Lessa.


segunda-feira, 1 de junho de 2015

Que junho chegue repleto de muita paz, alegrias sem fim , saúde abundante e muita fé na vida e nas pessoas.
Que as amizades sejam sinceras, que o amor seja gentil e pleno e que o coração esteja sempre aberto ao novo, ao que trás felicidade, ao que trás criatividade e encantamento!!!
Assim seja, assim será,assim já é.
Abraços
Rosangela Lessa

Emoticon heart

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Dia Nacional da Felicidade

É feliz quem sorri sem motivos...

É feliz quem chora de saudades...

 
É feliz quem caminha sozinho convicto das promessas do Senhor.


É feliz todo aquele que acorda pela manha com o coração transbordando de gratidão...

 
É feliz todo aquele que nunca desiste dos seus sonhos, mesmo sabendo que a estrada é longa, árdua e cheia de pedras...


É feliz todo aquele que conseguem enxergar na simplicidade diária motivos para sorrir, se alegrar e agradecer.

 
É feliz aquele que aprende com seus erros, que vira a pagina sem ressentimento, que recomeça sem titubear.


É feliz todo aquele que partilha amor sem interesse e sem esperar nada em troca. 


É feliz todo aquele que finalmente compreendeu que aqui na face da terra não somos nada sem DEUS e que o único caminho que nos leva ao coração do pai, é seu filho Jesus Cristo.

Se você aprendeu tudo isso, pode comemorar, porque você é FELIZ e a sua FELICIDADE não depende de nada e nem de ninguém, mas somente de você, da sua fé e de Deus!

Comemore com todos a alegria de ser feliz, compartilhe com seus amigos! 

(Priscila Rodighiero) 

E assim vou vivendo ,buscando cada dia um novo motivo para me encantar com a vida e o mundo.
Sejamos todos Felizes :)

Abraços

Rosangela Lessa

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Liberdade

GANDAIA
Amor, socorre
Me arranca a roupa me salva
mexe comigo,me bole
me lava


Me tira essas coisas todas da cabeça
me tira a saia
você vai ver que sou palhaça à beça
que eu gosto de arruaça e gandaia

Amor me acode
deixa eu dançar
nas feiras,nas rodas
desenfrear de todo esse prazer que explode

Das liberdades, meu amor,  eu quero todas.

( B. Lombardi)







Liberdade de ser eu mesma, liberdade para voar.
Liberdade para sentir , para amar, para gostar, para gozar.
Liberdade para sempre ...

Essa sou eu, há quem goste, há quem inveje, há quem ame, há quem odeie.
Se acostumem, pois não vou mudar por ninguém.
Abraços e beijinhos a todos e todas ;)

Rosangela Lessa

domingo, 12 de abril de 2015

Do Meu Jeito.

"Eu sempre serei o reflexo e o merecimento das tuas atitudes...Se me deres arrogância, receberás desprezo,Se me servires raiva, engolirás silêncio,Se me ofereceres desrespeito, ganharás indiferença...Mas, nunca espere de mim , compatibilidades a sentimentos pequenos ou mesquinhos, porque não me troco com medíocres. Apenas ignoro!"
(Keira Sacavem)

Lendo esse texto tão emocionado e raivoso, percebi o quanto é importante aprendermos a ser mais defensivos diante de certas pessoas, antes que cheguemos a esse estágio de rancor e mágoa...
Acredito que jamais me curvaria a essa frieza e sarcasmo, diante de qualquer pessoa,mas sim me esquivar de estradas tão sinuosas e optar pelo que me faz oferecer o meu melhor e receber o mesmo.
Na estrada que escolhi seguir, não tem espaço para essa perda de tempo, energia e dissabor...Ainda bem, pois a vida é curta...
Sou uma eterna apaixonada pela vida e por pessoas de verdade, e por ser tão passional, sei que assusto quem vive sempre numa redoma de vidro, coberto de sentimentos de perseguição, mentiras e de bajulações fáceis e fúteis.
Que Deus me mantenha longe de quem assim escolheu ser, e me aproxime sempre ( como tem feito) de pessoas autênticas, encantadoras e apaixonantes, que tem entrado em minha vida nesse  ano que para mim só está começando bem , e muito bem...Dessas jamais quero me afastar.
Quanto as que ficaram pelo caminho que a luz e a paz esteja com elas.

Abraços a todos que chegaram até aqui comigo, e assim continuem.
Amém!!!


Rosangela Lessa


segunda-feira, 2 de março de 2015

Quero esquecer que jamais esqueci. Quero esquecer elogios e os apuros. Quero me reinaugurar.
(Clarice Lispector)

Lendo essa frase de Clarice percebi que ando assim : me reinventando a cada novo dia.
Me afastando do que nunca me fez bem e começando um belo e feliz reencontro com a minha essência talvez meio perdida ou meio escondida, e voltando a viver da forma que sempre me fez uma mulher inteira e com bagagem suficiente para jogar fora coisas, pessoas e também objetos inúteis.
Me desapegando completamente e doando tudo que já não me pertence ou que já não me faz nenhuma falta, pois outras pessoas precisam também ter sua dose de crescimento e amadurecimento na vida.
A minha já estou na cota máxima, e agora  só quero a leveza de ser feliz , alegre e livre de pesos desnecessários e respirar o mais puro ar de liberdade e plenitude..deixar ir , soltar e nunca mais retornar a esse porto.
Sou feliz por ter tantos motivos a cada novo dia para sempre acordar sorrindo, e com um entusiamo que me surpreende adoravelmente e me faz ver o quanto amar quem nos ama é tudo que podemos querer da vida .
Termino agradecendo a Deus, ao meu amor , minha família e aos meus amigos preciosos.
Amo Todos vocês!!!
Sejam todos também felizes :)


Rosangela Lessa




terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

O Tamanho das Pessoas...

Os Tamanhos variam conforme o grau de envolvimento...

Uma pessoa é enorme para ti, quando fala do que leu e viveu, quando te trata com carinho e respeito, quando te olha nos olhos e sorri .

É pequena para ti quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade, o carinho, o respeito, o zelo e até mesmo o amor

Uma pessoa é gigante para ti quando se interessa pela tua vida, quando procura alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto contigo. E pequena quando se desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.

Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos da moda.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas.

Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande.
Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. O nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de acções e reacções, de expectativas e frustrações.

Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente torna-se mais uma.
O egoísmo unifica os insignificantes.
Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande... é a sua sensibilidade, sem tamanho...
Martha Medeiros.


Abraços a todos os essenciais de minha vida.

Rosangela Lessa

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Clariceando

Sou como você me vê... posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar... suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras, sou irritável e firo facilmente.
Também sou muito calma e perdôo logo.
Não esqueço nunca. Mas há poucas coisas de que eu me lembre...
Tenho felicidade o bastante para ser doce, dificuldades para ser forte, tristeza para ser humana e esperança suficiente para ser feliz...
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre... Sou uma filha da natureza: quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser... a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Clarice Lispector


E continuarei a viver intensamente, apesar de tudo...apesar de todos!
Sou feliz :)

Abraços.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Rifa-se um coração
Rifa-se um coração quase novo.
Um coração idealista.
Um coração como poucos.
Um coração à moda antiga.
Um coração moleque que insiste em pregar peças no seu usuário.

Rifa-se um coração que na realidade está um pouco usado, meio calejado, muito machucado
e que teima em alimentar sonhos e, cultivar ilusões.
Um pouco inconseqüente que nunca desiste de acreditar nas pessoas.
Um leviano e precipitado coração que acha que Tim Maia estava certo quando escreveu…
“…não quero dinheiro, eu quero amor sincero, é isso que eu espero…”.
Um idealista…Um verdadeiro sonhador…

Rifa-se um coração que nunca aprende.
Que não endurece, e mantém sempre viva a esperança de ser feliz, sendo simples e natural.
Um coração insensato que comanda o racional sendo louco o suficiente para se apaixonar.
Um furioso suicida que vive procurando relações e emoções verdadeiras.

Rifa-se um coração que insiste em cometer sempre os mesmos erros.
Esse coração que erra, briga, se expõe.
Perde o juízo por completo em nome de causas e paixões.
Sai do sério e, às vezes revê suas posições
arrependido de palavras e gestos.
Este coração tantas vezes incompreendido.
Tantas vezes provocado.
Tantas vezes impulsivo.

Rifa-se este desequilibrado emocional que abre sorrisos tão largos que quase dá pra engolir as orelhas, mas que também arranca lágrimas e faz murchar o rosto.
Um coração para ser alugado, ou mesmo utilizado por quem gosta de emoções fortes.
Um órgão abestado indicado apenas para quem quer viver intensamente
Contra indicado para os que apenas pretendem passar pela vida matando o tempo, defendendo-se das emoções.

Rifa-se um coração tão inocente que se mostra sem armaduras e deixa louco o seu usuário.
Um coração que quando parar de bater ouvirá o seu usuário dizer para São Pedro na hora da prestação de contas:
“O Senhor pode conferir. Eu fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento.
Só fiz bobagens e me dei mal quando ouvi este louco coração de criança que insiste em não endurecer e, se recusa a envelhecer”

Rifa-se um coração, ou mesmo troca-se por outro que tenha um pouco mais de juízo.
Um órgão mais fiel ao seu usuário.
Um amigo do peito que não maltrate tanto o ser que o abriga.
Um coração que não seja tão inconseqüente.

Rifa-se um coração cego, surdo e mudo, mas que incomoda um bocado.
Um verdadeiro caçador de aventuras que ainda não foi adotado, provavelmente, por se recusar
a cultivar ares selvagens ou racionais, por não querer perder o estilo.
Oferece-se um coração vadio, sem raça, sem pedigree.
Um simples coração humano.
Um impulsivo membro de comportamento até meio ultrapassado.
Um modelo cheio de defeitos que, mesmo estando fora do mercado, faz questão de não se modernizar,
mas vez por outra, constrange o corpo que o domina.
Um velho coração que convence seu usuário a publicar seus segredos
e a ter a petulância de se aventurar como poeta.

(Clarice Lispector)



Aberto o Pregão... ;)


Rosangela Lessa.





Uma imagem vale mais que mil palavras

Valeu !!